Amizades sinceras


"Amizade sincera, é um santo remédio, um abrigo seguro..."
Esta frase é um trecho de uma música do Gonzaguinha, que participou de um Festival da Canção há muitos anos atrás, quando eu era ainda uma menina. Nunca mais me esqueci da letra. Até hoje, passados mais de trinta nos, ainda sei a canção de cor.
As amizades sinceras são exatamente assim. São um santo remédio para as horas de tristeza, de solidão, para as dificulades da vida. São um abrigo seguro, um porto, um pouso, para as vezes que nos sentimos perdidos, sem rumo. Uma amizade sincera é um tesouro que recebemos da vida.
Não poderia acreditar que existam pessoas que passam pela vida sem ter construido uma amizade. Sem ter experimentado o sabor e o prazer do que é ter uma amizade verdadeira.
Hoje, com os meus quase 40 anos, posso dizer com muito gosto que pude conquistar, ao longo dos caminhos da minha vida, algumas doces e verdadeiras amizades. Pessoas que eu amo, que me conhecem e me aceitam pela pessoa que eu sou. Não preciso fingir ou me disfarçar para estes amigos. Eles sabem dos meus erros, acertos, das minhas alegrias e dificuldades.
Eles sabem quem eu sou.
Não importa o tempo que passar. Não importa a distância entre nós. Estes amigos vão estar sempre guardados no meu coração e nas minhas lembranças, assim como a letra da música, que eu nunca esqueci. Serão sempre um doce lembrança.

Para vocês, Dudu, Gorete, Seu Naldo e Edinho, fica meu abraço forte e sincero e o muito obrigada por tudo o que sempre tive ao lado de vocês.
Estou muito feliz por ter um seguidor tão querido...


Elís Cândido/novembro de 2010)

3 comentários:

  1. Amizade Sincera e do Renato Teixeira e Dominguinhos

    ResponderExcluir
  2. Amizade Sincera e do Renato Teixeira e Dominguinhos

    ResponderExcluir